sexta-feira, 21 de março de 2014

Ao maior de todos os pilotos - Airton Senna

Senna!

Os ídolos não deveriam morrer.
São iluminados,
nos deixam acostumados:
simbolizam o que chamamos vencer.

Propiciam incompensáveis emoções.
Queremo-los para sempre,
pois realizam direta e indiretamente
sonhos e ilusões...
Fazem delirar os corações,
inspiram gerações.

Tu és o melhor!
Infinitivamente sem limites,
em milésimos de segundo,
anos-luzes de emoção,
representas determinação e vitória,
triunfante trajetória,
inigualável proporção,
belíssima página da história,
sinônimo de glória,
orgulho e amor de uma nação.

Na verdade, não morreste.
Fica viva a lição...
E, de súbito, sem explicação,
Tu que me fizeste tão feliz
foste embora nesse "triz",
e, entristeceu meu coração...

 João Lover, poema do livro "Infinito Prazer" (1995)

O Rei da chuva: a chuva fazia festa; olhar sereno, de homem que concentra sentimento, caráter e bravura;
toda nobreza e emoção de um campeão na mais suprema acepção da palavra. Esse é Airton Senna: ídolo mundial e de todos nós; um dos maiores orgulhos da Nação brasileira. Hoje, ele faria 54 anos de idade.